VII campeonato de pesca de pedra

VII-campeonato-pesca-de-pedraVII Campeonato de Pesca de Pedra da Ilha de Santa Maria. Campeonato será composto por quatro (4) Provas de quatro (4) horas cada.

1ª PROVA DE SARGO – 17 de Abril
2ª PROVA DIURNA LIVRE – 22 de Maio
3ª PROVA DE PEIXE-REI – 12 de Junho
4ª PROVA DE VEJA- 19 de Junho


Viagens Atlânticoline PDL-SMA-PDL Verão 2016

A época de transporte marítimo de passageiros entre ilhas, tem o inicio marcado para 29 de Abril de 2016, com saída de Ponta Delgada rumo a Santa Maria pelas 23h00, regressando na manhã seguinte dia 30 pelas 8h00 de Santa Maria para Ponta Delgada, permitindo assim aos marienses agendar uma ida às Festas do Senhor Santo Cristo dos milagres em Ponta Delgada. A ultima viagem da época está agendada para 25 de Setembro, com o ultimo regresso a Ponta Delgada agendado para sair de Vila do Porto pelas 19h30.

Á semelhança dos anos anteriores estará ao serviço o Expresso Santorini, a que se junta este ano o catamaran O HSC “Alkioni”, construído no Japão em 1994, foi reconstruído em 2006 no Estaleiro Salamis, na Grécia; tem capacidade  para 173 viaturas e 1125 passageiros, será o navio que fará o maior número de viagens entre São Miguel e Santa Maria. 

Tarifários  

Bilhetes em Santa Maria

Agência de Viagens Micaelense

Edificio Praia de Lobos , Rua M nº 2 
9580-525 Vila do Porto 
Tel.296 882 040 Fax.296 883 303 
Email:  irina@micaelense.pt

Express Santorini

Express Santorini – acima

HSC-Alkioni

HSC-Alkioni – acima

Foto: www.arxipelagos.com/forum/

Ferry entre São Miguel e Santa Maria 2016

A tabela de horários apresentada pode sofrer alterações por parte da Atlânticoline, às quais somos totalmente alheios.


“”Museu subaquático” dos Açores vai ter centros interpretativos em terra em 2017

Fonte RTP/A – LUSA

Mil naufrágios documentados tornam o mar dos Açores num “museu subaquático”, com “cápsulas do tempo” já visitáveis através de mergulho, mas que o Governo Regional quer potenciar, criando em 2017 centros interpretativos em terra.

“Estamos a encetar um processo de criação de centros interpretativos em terra, para que quem não mergulha possa usufruir na mesma dessas histórias de odisseias trágico-marítimas. Simultaneamente, apostamos em barcos com fundo de vidro”, afirmou à agência Lusa o arqueólogo da Direção Regional da Cultura José Luís Neto.

O roteiro do património cultural subaquático nos Açores é atualmente constituído por 25 parques arqueológicos subaquáticos visitáveis através do mergulho. O primeiro foi criado em 2005 na baía de Angra do Heroísmo, ilha Terceira, local onde se conhece a existência de uma centena de naufrágios.

“Aqui chegavam todos os navios de todas a rotas de todo o mundo antes de chegarem à Europa e, por isso mesmo, nós temos aqui pedaços, fragmentos, cápsulas do tempo de toda essa riqueza”, destacou José Luís Neto, acrescentando que nos Açores há navios naufragados que “fizeram a rota do chá, travaram guerras da independência americana e que representam a industrialização agrícola”.

Presentemente, as visitas aos 25 parques arqueológicos subaquáticos são acompanhadas pelos mergulhadores dos clubes navais ou operadores marítimo-turísticos das diferentes ilhas do arquipélago, que funcionam como guias, existindo também como auxílio pequenos documentários em vídeo sobre o que é possível encontrar dentro de água.

“Nestes 25 sítios nós temos navios com graus de integridade e importância histórica muito diferentes. Temos naufrágios a 60 metros de profundidade, mas também temos um naufrágio, que é o caso do `Canárias`, que está a três metros e que, portanto, qualquer pessoa que esteja em Santa Maria, na praia Formosa, pode pura e simplesmente, com um par de óculos, usufruir dele, desde que saiba nadar”, adiantou o arqueólogo.

Recentemente, o diretor regional da Cultura vincou que o roteiro do património cultural subaquático, que já foi objeto de manifestações de interesse por parte das Canárias e da Madeira, pretende potenciar este património na vertente turística, estudo e investigação, assim como salvaguardar a sua preservação futura.

Entre os parques subaquáticos açorianos devidamente regulamentados está o `Dori`, próximo da cidade de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, o `Caroline`, na ilha do Pico, o `Slavonia`, na ilha das Flores, o `Canarias`, em Santa Maria, entre muitos outros.

Segundo José Luís Neto, “os tesouros” trazidos a bordo dos navios naufragados estão expostos nos museus da região ou na posse de cidadãos.

“Por exemplo, na ilha das Flores, quando as pessoas queriam receber muito bem alguém de fora, utilizavam as loiças precisamente do transatlântico `Slavonia`. O mesmo se passou no Pico com o `Caroline` e o mesmo se verificou em Santa Maria com as peças do `Canarias`“, sustentou o arqueólogo.

Praia_Formosa

#museusubaquático #naviocanarias #praiaformosa #santamaria


Mudança da Hora dia 27 Março

Na madrugada de 26 para 27 de Março, deve adiantar o seu relógio em 60 minutos (1 hora), entrando assim na chamada hora de verão.

Região Autónoma dos Açores Decreto Legislativo Regional nº 16/96/A, de 1 de Agosto Artigo

1º – A hora legal dos Açores coincide com o tempo universal coordenado (UTC) diminuído de sessenta minutos no período compreendido entre a 1 hora UTC do último domingo de Outubro e a 1 hora UTC do último domingo de Março seguinte (período da hora de Inverno) e coincide com o tempo universal coordenado no período compreendido entre a 1 hora UTC do último domingo de Março e a 1 hora UTC do último domingo de Outubro seguinte (período da hora de Verão). Art. 2º As mudanças de hora efectuar-se-ão adiantando os relógios de sessenta minutos á 1 hora UTC (0 h de tempo legal) do último domingo de Março e atrasando-os de sessenta minutos à 1 hora UTC (1 hora de tempo legal) do último domingo de Outubro seguinte.

Em conformidade com a legislação anteriormente citada, a hora legal em Portugal continental e nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, no ano de 2016, será adiantada de 60 minutos à 1 hora UTC do dia 27 de Março e atrasada de 60 minutos à 1 hora UTC do dia 30 de Outubro.


Arte…em forma de ferro e luz!

Em Santa Maria, está a decorrer uma exposição muito sui generis de um conhecido artista e ex presidente da Associação Cultural Maré de Agosto, João Pimentel, faz da solda e do ferro velho, uma ocupação quase diária, e inclusive já criou a sua própria marca IRONART- Made In Garage. A exposição estará aberta ao publico entre 11 de março até 16 de Abril no Espaço em Cena, em Vila do Porto.
Desde a vela de ignição até ao velho bidão de óleo, passando pela a roda dentada, uma velha  jante de um automóvel, tudo é passível de usar e construir um elegante candeeiro, um objeto decorativo ou um troféu.
Uma forma de arte diferente e muita dinâmica por terras marienses!
candeeiro 2 Candeiro Candeiro3 Candeiro4 J.Pimentel