Category Archives: Rir é o melhor remédio

Hoje não Querido…

Quando a tua vida entra na “meia-idade” e fica sujeita ao calendário abaixo, tu passastes, mas de nada vale stressar, deixa um comentário com a tua solução para este caso “bicudo”

Hoje não querido porque…

DIA

1 – Dói-me a cabeça…

2 – Estou constipada (não quero pegar-te a gripe)…

3 – Estou com náuseas (Deve ser do gripe de ontem)…

4 – Os míudos estão acordados…

5 – Hoje está muito frio…

6 – Há quanto tempo não desfazes a barba…?

7 – Comi demais…

8 – Estou com sono…

9 – Tenho um corrimento, arde muito…

10 – Fiquei menstruada…(oba 3 dias que ele não chateia…)

11 – Benfica ainda joga em casa hoje…

12 – Período ainda não foi embora…

13 – Tenho a passarinha arder, deve ter sido da mesntruação…

14 – Estou muito cansada…

15 – Tenho caimbras…

16 – Tenho dores nas costas…

17 – Vai-te deitar já lá vou ter….(quando tu estiveres a ressonar…lol)

18 – (…já que não deu à noite tenta-se de manhã) …mas…Não posso tenho de preparar os miúdos para escola…

19 – Estou com gases…

20 – Tenho febre…

21 – Dói-me o corpo todo…

22 – Tens as mãos frias, aquece-as primeiro…(Adormece)

23 – Esqueci tomar a pílula nos ultimos 3 dias…(Nããããão…)

24 – Tens camisinha…?

25 – Vai buscar a camisinha…(lá se vai o clima ainda não é desta…)

26 – Estou com dor de dentes…

27 – Vou fazer serão com as amigas…

28 – Hoje é dia de reunião do grupo de tupperware…

29 – Vou distribuir os tupperwares que vendi ontem…

30 – Tenho de passar a roupa de sair a ferro…(tem um monte…vai durar até que ele adormeça…)

31 – Estou com dor de cabeça…(outra vez?) Não sejas assim amor já há um mês que não tinha dor de cabeça…

 

Perante este apocalipse emocional qual a solução que podias adoptar para não entrares em profunda depressão, acabar internado num manicómio ou começares a beber…?

Deixa um comentário…


Dispensa do Serviço Militar

Para descontrair…

Tentem acompanhar o raciocínio!

Eis o pedido:
Prezado Oficial Militar,

Venho por intermédio desta, pedir a minha dispensa do serviço militar. A razão para isto é bastante complexa e tentarei explicar em detalhes.

Meu pai e eu moramos juntos e possuímos um rádio e uma televisão. Meu pai é viúvo e eu solteiro. No andar de baixo, moram uma viúva e sua filha, ambas muito bonitas e sem rádio e nem televisão.
O rádio e a televisão fizeram com que nossas famílias ficassem mais próximas.
Eu me apaixonei pela viúva e casei com ela.

Meu pai se apaixonou pela filha e também se casou com esta.
Neste momento, começou a confusão.

A filha da minha esposa, a qual casou com o meu pai, é agora a minha madrasta.
Ao mesmo tempo, porque eu casei com a mãe, a filha dela também é minha filha (enteada).
Além disso, meu pai se tornou o genro da minha esposa, que por sua vez é sua sogra.
A minha esposa ganhou recentemente um filho, que é irmão da minha madrasta.
Portanto, a minha madrasta também é a avó do meu filho, além de ser seu irmão.

A jovem esposa do meu pai é minha mãe (madrasta), e o seu filho ficou sendo o meu irmão.

Meu filho é então o tio do meu neto, porque o meu filho é irmão de minha filha (enteada).

Eu sou, como marido de sua avó, seu avô. Portanto sou o avô de meu  irmão.

Mas como o avô do meu irmão também é o meu avô, conclui-se que eu sou o avô de mim mesmo!!! Portanto, Senhor Oficial, eu peço dispensa do serviço militar baseado no fato de que a lei não permite que avô, pai e filho sirvam ao mesmo tempo.
Se o senhor tiver qualquer dúvida releia o texto várias vezes (ou tente desenhar um gráfico) para constatar que o meu argumento é realmente verdadeiro e correcto.

Ass. Avô, pai e filho.

Conclusão: O Rapaz foi dispensado – facto verídico

MILITARES


O Barbeiro [Rindo um pouco]

BarbeiroO florista foi ao barbeiro para cortar seu cabelo.
Após o corte perguntou ao barbeiro o valor do serviço e o barbeiro respondeu:
– Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.
O florista ficou feliz e foi embora.

No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um ramo com uma dúzia de rosas na porta e uma nota de agradecimento do florista.
Mais tarde no mesmo dia veio um padeiro para cortar o cabelo. Após o corte, ao pagar, o barbeiro disse:
– Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.
O padeiro ficou feliz e foi embora.
No dia seguinte, ao abrir a barbearia, havia um cesto com pães e doces na porta e uma nota de agradecimento do padeiro.
Naquele terceiro dia veio um deputado para um corte de cabelo.
Novamente, ao pedir para pagar, o barbeiro disse:
– Não posso aceitar seu dinheiro porque estou prestando serviço comunitário essa semana.
O deputado ficou feliz e foi embora.
No dia seguinte, quando o barbeiro veio abrir a barbearia, havia uma dúzia de deputados fazendo fila para cortar cabelo.

 


A Bicicleta do Senhor Padre [para descontrair]

Numa cidade do interior, dois padres costumavam cruzar-se de bicicleta nabicicleta-do-senhor-padre estrada todos os domingos, quando iam rezar a missa nas suas respectivas paróquias.
 
mas certo dia, um deles estava apeado. Surpreso, o outro padre parou e perguntou:
 
– Onde está a sua bicicleta, Padre João?
 
– Foi roubada! Creio que no pátio da igreja.
 
– Mas que absurdo! – Exclamou o ainda ciclista. Eu tenho uma ideia para saber quem foi. Na hora do sermão, cite os 10 mandamentos. Quando chegar ao «Não roubarás» faça uma pausa e percorra os fiéis com o olhar. O culpado com certeza que se vai denunciar!
 
No domingo seguinte, os padres cruzam-se de bicicleta. O padre que deu a ideia diz:
 
– Parece que o sermão deu certo, não é, Padre João?
 
– Mais ou menos – responde ele – na verdade, quando cheguei ao «Não desejarás a mulher do próximo» acabei por me lembrar onde é que tinha deixado a bicicleta!


Jesus Cristo num hospital português

Jesus Cristo, cansado do tédio do Paraíso, resolveu voltar à terra para fazer o bem. Procurou o melhor lugar para descer e optou pelo Hospital de S. Francisco Xavier, onde viu um médico a trabalhar há muitas horas e a morrer de cansaço.
Para não atrair as atenções, decidiu ir vestido de médico. Jesus Cristo entrou de bata, passando pela fila de pacientes no corredor, até atingir o gabinete do médico.
Os pacientes viram e comentaram:
– Olha, vai mudar o turno…
Jesus Cristo entrou na sala e disse ao médico que podia sair, dado que ele mesmo iria assegurar o serviço. E, decidido, gritou:
– O PRÓXIMO!
Entrou no gabinete um homem paraplégico que se deslocava numa cadeira de rodas.
Jesus Cristo levantou-se, olhou bem para o homem, e com a palma da mão direita sobre a sua cabeça disse:
– LEVANTA-TE E ANDA!
O homem levantou-se, andou e saiu do gabinete empurrando a cadeira de rodas.
Quando chegou ao corredor, o próximo da fila perguntou:
– Que tal é o médico novo?
Ele respondeu:
– Igualzinho aos outros… nem exames, nem análises, nem medicamentos… Nada! Só querem é despachar…

LevantaTe_380


O Céu, o Inferno e a Politica

Certo homem ligado à vida pública, teve direito a visitar o céu e o inferno, antes da sua morte. Chegado à porta do céu, São Pedro, recebeu-o e permitiu que o homem vagueasse livremente pelo céu durante 4 dias. O homem adorou a beleza natural, mas achou enfadonho ter de rezar tantas vezes ao dia e terminados os 4 dias, estava ansioso por saber como seria o Inferno.

Apanhou o elevador até aos “Quintos dos Infernos” e ao abrir a porta, o Diabo em pessoa aguardava-o, com uma recepção de boas vindas, dignas de um Rei. Durante 4 dias, sempre acompanhado pelo Diabo, frequentou discotecas, festas de alta sociedade, jogou golfe, banqueteou-se à grande e à francesa.

Terminado o tempo de experiência voltou à sua vida terrena, sem esquecer os belos 4 dias de paraíso e os inesquecíveis 4 dias no Inferno.

Quando finalmente chegou a sua vez de partir, lá foi ele todo feliz, rumo à eternidade. Chegado à porta de São Pedro, este disse-lhe, ainda não estávamos à tua espera, por isso podes escolher livremente, se queres ficar connosco no céu, ou se queres ir para o inferno. Sem hesitar o homem disse decidido, quero ir para o inferno. São Pedro retorquiu, olha que a tua decisão será irreversível. Está decidido disse o homem.

Desceu de elevador como da primeira vez, mas ao abrir-se a porta do elevador, deparou-se com um lugar desolador, antigos amigos dele na terra, com sacos pretos, recolhendo lixo, não haviam campos de golfe, nem o Diabo que o aguardava estava bem vestido como antes.

Surpreso perguntou. -Que aconteceu aqui, estive cá antes e isto era só farras e festas, golfe e diversão e agora é pior que uma lixeira?

O Diabo sem perder a pose disse-lhe:

Amigo eu antes estava em campanha, agora já tenho o seu voto, por isso, seja bem vindo à realidade!


Atenção alterações à sinalização

Santa Maria está na vanguarda das soluções de estacionamento, chegando mesmo a ter produção própria de placas adicionais.

Este é o exemplo de uma criatividade local, para resolver os problemas de estacionamento de determinada classe de utente dos parques de estacionamento, nos Anjos.

Resta-nos determinar a origem desta patente, já que a mesma não está identificada na parte posterior conforme determina o Decreto Regulamentar 41/2002, para que o sinal seja considerado válido.

Preste atenção na placa adicional à direita. Procura-se a respetiva referência no Decreto Regulamentar 41/2002 de 20-08-2002, quem encontrar lá esta placa adicional favor deixar um comentário com a respetiva referência.

Sinalização rodoviária.

Fotos recebidas via telemóvel.


WordPress SEO fine-tune by Meta SEO Pack from Poradnik Webmastera